Dicas de ouro para montar uma ceia de Natal sem estresse


Confire essas dicas

1. Calcule o número de convidados e da quantidade de comida

A ceia de Natal é conhecida pela sua fartura infindável. Mas para que não falte e nem sobre tanta comida, é importante que, caso você vá receber os familiares e amigos mais próximos na sua casa, você faça uma contagem de quantas pessoas comparecerão, para evitar maiores problemas.

Apesar de ser quase impossível calcular a quantidade exata de comida, dá para fazer uma média.

Por exemplo: se uma pessoa come duas fatias de peru com 2 colheres de arroz, multiplique esse valor por dois.

Uma dica importante, nesse caso, é pedir para que seus familiares avisem se irão levar mais pessoas do que vocês tinham combinado. Nesse caso, peça a eles que confirmem com antecedência para que você possa se organizar e peça a eles que levem uma quantia proporcional de comida.

Colaboração dos convidados

Todos os convidados devem levar, pelo menos, um prato e uma bebida. Use os grupos em redes sociais e no WhatsApp para organizar direitinho, certificando-se que cada um levará um prato diferente, para que a ceia conte com opções variadas. Também confirme quem ficará responsável pelos astros da noite: peru, pernil, chester ou tender. Lembre-se: sobrar é sempre melhor do que faltar, e você pode fazer uma infinidade de outras receitas reaproveitando os pratos que sobraram.

Os presentes da árvore de Natal

Nem todos os familiares possuem uma mesma condição financeira. Então, não se sinta na obrigação de presentear todos os familiares e amigos mais próximos. Embora para a maioria das pessoas não seja assim, os presentes natalinos são apenas um detalhe. O que importa mesmo são os valores que essa data comemorativa simboliza para as pessoas que queremos bem.

Uma das formas mais legais de fazer com que todos os presentes sejam presenteados é organizando um Amigo Secreto.

Entretanto, para que os presentes não sejam tão díspares uns dos outros, estipule faixas de preço que sejam compatíveis com as rendas de cada um, de modo que uma pessoa que se dedique a comprar de maior valor não receba um presente mais barato. Caso você crie um grupo no Facebook, peça a todos que participarão que enviem sugestões do que gostariam de ganhar. Afinal, nem todos conhecem tão bem os gostos de cada um e ninguém tem a obrigação de saber com total certeza o que o outro gostaria de ganhar.

 

 

Fonte: anamariabraga.globo.com